Experiências no Uruguai

Imagine uma viagem internacional, a apenas três horinhas de vôo, com direito a treinar o idioma espanhol, ter contato com uma nova cultura, repor o estoque de perfumes no Duty Free e por um preço bem acessível… Esses foram alguns dos motivos que despertaram meu interesse em conhecer o Uruguai, mas depois desse post você vai perceber que razões para visitar esse país não faltam e vai se surpreender com tudo que esse vizinho tem a nos oferecer.

Agora vou compartilhar com você as minhas experiências de viagem de uma semana (mais precisamente seis dias) lá. Confesso que foi bem corrido, mas deu pra aproveitar bastante e conhecer muitos lugares. Vou mostrar o meu roteiro, que inclui, além da capital, Montevidéu, duas cidades que são excelentes pontos turísticos: Punta del Este e Colonia del Sacramento.
Vamos começar nossa viagem?

Roteiro do Primeiro Dia – City Tour e Jantar Show 

Quem me acompanhou nessa viagem foi a minha irmã, saímos de São Paulo às 7h30 da manhã e chegamos lá pouco depois das 10h (voo direto da Latam). Já havíamos contratado o transfer para fazer o traslado do aeroporto até o hotel na mesma agência que fechamos o pacote de hospedagem e aéreo (New Age Tour – através da Polinésia Turismo).  Chegamos no Palm Beach Plaza Hotel (Jaime Zudañes, 2881 – Pocitos) por volta das 11h30 da manhã. A diária ainda não havia começado, mas como tinha quarto disponível foi liberada a hospedagem.

Chivito Uruguaio
Olha o tamanho do Chivito Vegetariano

Deixamos as bagagens no quarto e fomos almoçar no Restaurante Fans Café (Juan Benito Blanco, 866 – http://www.fans.com.uy/), onde pudemos provar um dos pratos típicos uruguaios que é o chivito, um hambúrguer com fritas como nós conhecemos, porém muito recheado (é preciso comer com talheres porque não cabe na boca) e para minha alegria tinha opção a vegetariana!!! De sobremesa pedimos a Copa Fans, que é uma taça de sorvete de creme com a base de doce de leite, cobertura de chocolate e wafer (uma delícia).

Voltamos rapidamente para o hotel porque nosso City Tour estava marcado para às 14h. Nesse passeio tiramos a tradicional foto no Letreiro de Montevidéu, que fica na Playa de Los Pocitos, também passamos por toda a Rambla do Rio de La Plata, que é a orla da “praia”. Passamos pela Plaza Independência e todo o Centro Histórico, pelo Mercado Agrícola, pelo Parque Rodó (parecido com o Parque do Ibirapuera em São Paulo), pelo Estádio Centenário e pelo Bairro Carrasco (que é o mais chic da cidade, onde fica o Cassino Carrasco – que voltamos em outro dia, só para tentar a sorte…).

Letreiro Montevideo
Foto de drone pra começar o passeio em grande estilo
Candombe El Milongón
Animação total no Candombe

À noite fomos para o Jantar Show no Restaurante El Milongón (www.elmilongon.com.uy), com duração de aproximadamente três horas e que conta com apresentações folclóricas, de tango e de candombe (dança típica uruguaia), além da refeição maravilhosa, que já estava inclusa no ingresso para o show. Para celebrar nosso primeiro dia de viagem, nada melhor que um brinde com a bebida típica uruguaia: o Medio & Medio, um vinho espumante.

Medio & Medio
Viva la Noche Uruguaya

Roteiro do Segundo Dia – Punta Del Este

Com certeza esse é um dos roteiros mais conhecidos do Uruguai, Punta Del Este fica cerca de 130km de distância de Montevidéu, aproximadamente duas horas de carro. Como opções para se chegar até lá, é possível alugar um carro, pegar um ônibus de linha da empresa COT ou fechar o passeio com um receptivo local (preferimos essa última para ter mais informações turísticas sobre o lugar). E há também quem prefira ir direto de avião pra lá, a cidade tem um aeroporto bem bonito, que costuma receber muitos turistas na temporada de verão.

Nosso passeio começou bem cedo, o ônibus passou para nos buscar no hotel antes das 8h da manhã. Nossa primeira parada foi no Cerro Santo Antônio na cidade de Piriápolis, a vista do mirante é incrível. Depois continuamos seguindo viagem até o Museu Casapueblo (https://casapueblo.com.uy/), aquele cartão postal lindíssimo construído por Carlos Páez Vilaró, que inspirou seu amigo Vinícius de Moraes a compor a música “A Casa”. Vale muito a pena a visita ao museu, além de conseguir tirar lindas fotos, é possível descobrir várias curiosidades, como a amizade a citada acima, o que a Casapueblo tem de semelhança com o Brasil, entre outras.

Casapueblo
Foto clássica no Museu Casapueblo não pode faltar

Nosso roteiro continuou com a visita ao Bairro Beverly Hills, não é só coincidência de nomes, o bairro é o reduto das mansões e da elite como nos Estados Unidos. Passamos pela Ponte Ondulada, um cartão postal de Punta del Este que dá um friozinho na barriga ao atravessar (é bem divertido e dá vontade de repetir o percurso várias vezes).

A parada para o almoço foi no Restaurante Napoléon, onde minha irmã pode provar o peixe brotola (que é típico da região e sem espinha) e eu o delicioso ravióli de abóbora e de sobremesa pedimos profiterole (pão recheado com sorvete e cobertura de chocolate – vale muito a pena experimentar). Para queimar essas calorias, fomos caminhando até o Farol de Punta del Este, depois ao Porto e a Igreja de Nossa Senhora da Candelária que ficam bem próximos ao restaurante.

O passeio continuou beirando o mar, onde pudemos ver a divisão entre o Rio de la Plata e o Oceano Atlântico (simbolizada por uma âncora).  Seguimos em direção à Praia Brava, onde fica outro cartão postal bem famoso de Punta Del Este: o Monumento Los Dedos ou La Mano, que na verdade foi uma obra vencedora de um concurso e representa “a interação do homem à natureza”, e não “a mão do afogado “(segundo informações locais esse significado daria uma conotação muito triste a uma obra tão bela…).

Los Dedos
Tocando Los Dedos

Também nessa praia está localizado um importante centro comercial, com muitas lojas, artesanato e restaurantes, que costumam lotar no verão, mas como fui na primavera, poucos estabelecimentos estavam abertos. Conclusão, as compras e lembrancinhas tiveram que ficar pra outro dia…

Na volta à capital, optamos por desembarcar no Montevideo Shopping (paulistana que se preza não perderia a oportunidade de ir ao shopping) https://www.montevideoshopping.com.uy/.  É um belo empreendimento no bairro de Pocitos, com uma boa variedade de lojas, cinemas, preços razoáveis e o melhor: fica ao lado da Lotus Club (uma balada top que iríamos no dia seguinte…).

Roteiro do Terceiro Dia – Colonia Del Sacramento

Porta do Campo Colonia Del Sacramento
Ao atravessar a Porta do Campo, uma viagem ao passado

Quando comecei a pesquisar sobre passeios no Uruguai, um que me chamou bastante a atenção foi Colonia Del Sacramento: uma cidade protegida por uma muralha de pedra com um portal parecendo de filme medieval, com direito a um farol, ruínas e ruas de pedras… Essa viagem no tempo realmente foi encantadora.

O ônibus nos pegou no hotel em Montevidéu bem cedo (afinal são cerca de 180km até chegar em Colônia del Sacramento), a primeira parada foi para um coffee break no Hotel Nirvana Resort & Spa Colonia Suiza (http://www.hotelnirvana.com/), fiquei impressionada com a beleza desse lugar e com a preocupação com a sustentabilidade: várias placas de captação de energia solar, reaproveitamento de água, horta própria, enfim, se tiver a oportunidade, vale a pena conhecer.

Continuamos o passeio pela Plaza de Toros (uma espécie de estádio ou arena que foi construído para touradas, mas que logo em seguida, por sorte, foram proibidas – porém o lugar está abandonado, a arquitetura é muito bonita, poderia ser aproveitado para outros tipos de eventos, como shows, por exemplo) e pelo Letreiro de Colonia, até chegarmos à parte murada que fica no centro de Colonia del Sacramento, onde estão as ruas de pedras (bem parecidas com as da cidade histórica de Paraty no Rio de Janeiro) como a Calle de Los Suspiros e a Calle de Solis.

Calle de Solis
Apreciando a Arquitetura Portuguesa na Calle de Solis

Passeamos pela  Plaza Mayor, pela Basílica do Santíssimo Sacramento, visitamos o Aquário (http://www.coloniauy.com/acuario-de-colonia-del-sacramento/), as Ruínas do Convento de São Francisco e a imperdível vista do Farol de Colonia del Sacramento (o ingresso para a visita no interior do farol custa $ 25 pesos uruguaios e tem alguns horários pré-definidos, é bom dar uma passadinha lá logo que chega ao centro histórico para já se programar). E posso assegurar que compensa subir mais de 100 degraus para ter essa visão privilegiada.

 Farol Colonia del Sacramento
A imponência do Farol de Colonia del Sacramento

 

Farol Colonia del Sacramento
Encantamento com a vista….

 

No retorno para Montevidéu, fizemos uma parada na Granja Arenas (http://granjacolonia.com.uy/), onde tivemos a oportunidade de conhecer Emilio Arenas (uma simpatia de pessoa e grande colecionador de lápis do Guinness Book), além do passeio pela coleção de lápis, chaveiro e frascos de perfume, pudemos degustar o delicioso doce de leite (que também é um ícone da culinária uruguaia).

Castillo Pittamiglio
Fachada do Castillo Pittamiglio em Montevidéu

Desembarcamos do ônibus na parte do centro histórico e pegamos um táxi (vale ressaltar que o motorista foi super gentil e rápido) para que pudéssemos chegar a tempo até o Castillo Pittamiglio (https://castillopittamiglio.org/), onde teria uma visita guiada às 20h contando as lendas do Castelo que foi construído pelo alquimista Humberto Pittamiglio e um show de mágica. Vale muito a pena conhecer, cada detalhe da construção tem um motivo. Cada cantinho é precioso…

 

Lotus Club
Hora de curtir a night 😉

Para fechar a noite de sábado com chave de ouro, fomos na balada Lotus Club (aquela próxima ao Montevideo Shopping que mencionei anteriormente), um ambiente super gostoso, que toca música pop, latina e eletrônica (começa à 1h da manhã, mas compensa conhecer). Dormir? Só quando voltar para o Brasil…

 

 

Roteiro do Quarto Dia – Bus Turístico

Mesmo já tendo feito o city tour, eu adoro esses ônibus que fazem o circuito turístico, com direito a narração em vários idiomas entre os pontos de parada, sempre é possível complementar as informações locais. Em Montevidéu, esse roteiro fica por conta do Bus Turístico (https://www.busturisticomontevideo.com.uy/).

Bus Turistico Montevideo
Pronta para começar o tour!!!!

Para aproveitar mais, optamos por pegar o ônibus desde a parada inicial (às 9h30) no Mercado del Puerto. Para chegar até aí pegamos um ônibus normal próximo ao hotel (a passagem custa $33 pesos uruguaios). Dentre as diversas paradas, pudemos visitar a Puerta de la Ciudadela (um portal que fica na Plaza Independência e é um marco da Cidade Velha – centro histórico de Montevidéu), a Estátua do General Artigas, a Plaza Constitución e a Catedral Metropolitana de Montevidéu.

Mirador Intendencia Montevideo
Vista deslumbrante da Prefeitura

Aproveitamos para fazer a visita guiada ao Teatro Solis (os horários estão no site: http://www.teatrosolis.org.uy). E ainda pudemos ver uma exposição de figurinos no subsolo do teatro, o que enriqueceu ainda mais nosso passeio. Nossa próxima parada foi no prédio da Prefeitura, mais conhecido como Intendencia de Montevideo, onde tem um mirante maravilhoso!!!

Seguimos pela Avenida 18 de Julio (principal avenida do centro e que representa a modernidade em contraponto com a Cidade Velha) para o Bar Facal, onde fica a Estátua de Carlos Gardel (há uma “briga” entre uruguaios e argentinos pela nacionalidade dele) e a Fonte dos Cadeados (diz a lenda que se o casal prender um cadeado lá, ficarão juntos para sempre…).

Milanesa
Alguém se habilita a ajudar minha irmã nessa difícil missão?

No tour, passamos por vários monumentos, como: o Monumento La Carreta e o Monumento a La Diligencia. Não resistimos e demos uma paradinha no Shopping Tres Cruces (localizado no terminal rodoviário) e terminamos o roteiro no Punta Carretas  Shopping (que é o mais top) e foi lá, no Restaurante Blás, que minha irmã provou outra comida típica uruguaia: a Milanesa Napolitana (um bife à parmegiana gigante, com uma base de batata e molho como a nossa maionese de churrasco, acompanhado de fritas e salada), o prato serve muito bem duas pessoas, mas ela teve que aguentar sozinha porque sou vegetariana. Conclusão: voltamos caminhando para o hotel para ver se queimava um pouco das calorias….

Vale lembrar que o Bus Turístico é bem pontual, eles entregam a tabela de horário das paradas e seguem à risca (o despertador do celular foi nosso grande aliado nesse sentido). Atente-se também para definir quais as paradas que pretende desembarcar porque não dá tempo de descer em todas, a menos que você compre o ticket de 48h do bus, assim pode desmembrar o passeio em dois dias.

Roteiro do Quinto Dia – Palacio Legislativo e Vinícola Bouza

Aposto que você já ouviu falar da qualidade dos vinhos uruguaios e está se perguntando se deixei “a melhor parte” de fora. Pode ter certeza que não!!!
Mas antes de encher o caneco (ou melhor, as taças), fomos visitar o Palacio Legislativo e almoçar no Mercado del Puerto!!

Nosso dia começou com a visita guiada ao Palácio Legislativo (https://parlamento.gub.uy/sobreelparlamento/palacio/visitas) – uma belíssima obra arquitetônica que abriga a Câmara dos Deputados e a Câmara do Senado. A parte externa já chama a atenção pela sua imponência, mas o interior é ainda mais encantador, tanto a escadaria quanto a “Sala dos Passos Perdidos” (um enorme hall entre as duas câmaras) são revestidos de mármore uruguaio e contam com vitrais, pinturas e esculturas. A visita é bem completa, tem a opção de guia em português  e nos permite entrar na Câmara dos Deputados e do Senado, além da Biblioteca que é riquíssima, tanto em acervo, quanto em estilo.

Palacio Legislativo Montevideo
Ansiosa para adentrar ao Palácio Legislativo
Palacio Legislativo Montevideo
Perfeição é o que define a Sala dos Passos Perdidos…

 

 

 

 

 

El Palenque Parrillada
Está servido?

Depois de uma incrível aula de história, nada melhor que uma bela refeição para repor as energias. Pegamos um táxi e fomos para o Mercado del Puerto, dentre tantas opções de restaurante, escolhemos o El Palenque para que minha irmã pudesse provar a parrillada (o churrasco é feito em uma grelha diferente) e para minha sorte tinha opção vegetariana a paella vegetariana!! 

Plaza Gomensoro
Que praça mais linda!!!

O Mercado del Puerto também é uma boa pedida para comprar as lembrancinhas, tem muitas opções de camisetas, artesanato, alfajor e bebidas. Passamos rapidinho no hotel para deixar algumas comprinhas e enquanto esperávamos o receptivo para nos levar à vinícola, aproveitamos para tirar fotos na Plaza Gomensoro, que fica em frente ao hotel e permite uma vista linda da Rambla do Rio de la Plata.

Sabia que você estava numa ansiedade pelo próximo passeio… Visitação à Vinícola com Degustação é sempre um roteiro procurado e em Montevidéu não foi diferente. Existem outras vinícolas que fazem esse tour, mas optamos pela Vinícola ou Bodega Bouza (http://www.bodegabouza.com/)   que fica a uns 25 km do centro, cerca de meia hora.  Começamos o passeio pela plantação das uvas, mais especificamente da Tannat, que são as principais dessa vinícola. A guia nos contou tudo sobre o plantio e a colheita e depois nos levou para a adega, onde nos mostrou vários tipos de barris (até os de concreto que eu nunca tinha visto), nos explicou todo o processo de fermentação e armazenamento e nos conduziu ao restaurante para que pudéssemos provar na prática o que ela nos explicou na teoria. A degustação começou do mais suave para o mais forte, sempre nos fornecendo dicas de harmonização com os queijos e frios.

Uva Tannat Bodega Bouza
Aprendendo sobre o cultivo da uva tannat
Bodega Bouza
Finalmente a degustação!!! Brindemos!!!

 

 

 

Casino Carrasco
É o momento de arriscar…

Pra fechar a noite, não custa tentar a sorte no Casino Carrasco!!! Vale a pena visitar, o interior é lindíssimo, mas não permitem fotografar. E só pra matar sua curiosidade não ganhei nada…

 

Roteiro do Sexto Dia – Torre da Antel, Palácio Salvo e Museu do Tango

Torre Antel
Torre Antel

No city tour e também no caminho para outros passeios sempre nos deparávamos com a imponente Torre da Antel (torre da principal empresa de telecomunicações), um prédio de mais de 157 metros de altura que possui um mirante no seu 26º andar e que lembra o design de muitos prédios de Dubai. Vimos no site os horários das visitas guiadas (http://www.antel.com.uy/institucional/nuestra-empresa/complejo-torre/visitas-guiadas) e fomos até lá de ônibus.

Torre Antel Mirador
Mirador da Torre Antel
Palacio Salvo
Palacio Salvo

Seguimos nosso passeio em direção ao Palacio Salvo, que fica na Praça da Independência.  Sua construção de 1928  foi inspirada na Divina Comédia de Dante Alighieri e com o propósito de ser um hotel, porém não deu certo e hoje é um edifício residencial e comercial. Sua arquitetura é belíssima, fizemos uma visita guiada (https://www.facebook.com/visitasenelsalvo/)  e nos impressionamos com a riqueza de detalhes e a simbologia de vários elementos do prédio, além da vista maravilhosa da praça.

Palacio Salvo
Encantada com a beleza da escadaria do Palacio Salvo
Palacio Salvo
Vista Privilegiada da Praça Indepência pelo MIrante do Palacio

 

 

 

 

 

 

 

Aproveitamos também para visitar o Museo del Tango, localizado no subsolo do Palacio Salvo (o ingresso para as duas visitas custa 200 pesos uruguaios), onde pudemos conhecer um pouco mais da história desse estilo musical e também de Gerardo Hernán Mattos Rodríguez, o autor de La Cumparsita (http://www.lacumparsita.com.uy/), o tango mais famoso do Uruguai.

Para encerrar nossa visita a esse país tão acolhedor, fomos almoçar no restaurante que fica no topo do Hotel Radisson Montevideo Victoria Plaza (https://www.radisson.com/montevideo-hotel-uy-11100/urumont). Uma bela refeição com direito a champanhe e a um novo ponto de vista da Praça Independência foi uma excelente despedida que deixa aquele gostinho de quero mais…

Hotel Radisson Montevideo
Me despedindo de Montevidéu em grande estilo

Depois voltamos rapidinho para o hotel para pegar nossa bagagem e esperar o transfer para o aeroporto.

Foi um prazer dividir essa viagem com você!!! Muito obrigada pela companhia!!! Espero ter ajudado de alguma forma para o melhor aproveitamento da sua viagem. Se puder compartilhar suas experiências aqui e passar mais dicas ficarei muito feliz!!!

6 pensamentos em “Experiências no Uruguai”

  1. Minha amiga querida! Parabéns por tantos conhecimentos eu adorei e agradeço por ter me das a honra em tais conecimentos. Vá em frente VC é genial. Um grande abraço da amiga que muito te admira.

    1. Oi Rosemeire!!! Muito obrigada!!! Fico muito feliz que tenha gostado!!! Realmente, viajar é tudo de bom!!! Essa cultura e conhecimento vivenciados vamos carregar pra sempre!!! Bjs

    1. Oi Silvana!!!! Fico muito feliz que tenha mergulhado nesse passeio!!! A ideia é fazer com que a pessoa sinta que está na viagem comigo 🙂 Muito obrigada pelo apoio!!! Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *