OS 15 MAIS DE OTTAWA

Meu convite de hoje é para continuarmos nossa jornada pelo Canadá, quero que conheça comigo sua capital Ottawa, que fica a cerca de 450 km de Toronto, na província de Ontário, e nos oferece lindos lugares para apreciarmos.

Parlamento de Ottawa visto do Major’s Hill Park

Tem várias opções de transporte, incluindo rodoviário e ferroviário, mas optamos pelo aéreo para ganharmos tempo no deslocamento entre Toronto e Ottawa e do aeroporto pegamos um táxi até o Hotel, que fica na região central (Downtown) a cerca de 14 km do aeroporto. E na volta pegamos um ônibus que fazia esse percurso (a tarifa custa CAD$ 3,60, mas se você não tiver o bilhete pode pagar com moedas – então é bom já deixar o valor reservado – e dependendo do tempo que você for ficar, pode comprar o bilhete para 1, 2 ou mais dias).

Falando um pouco da hospedagem, ficamos no  Arc The Hotel (140 Slater St., Ottawa), que fica muito bem localizado (perto do Parlamento e de outros pontos turísticos da cidade) e oferece ótimas acomodações. Além de um Lounge que é um charme.

Lounge do Arc The Hotel
Quarto do Hotel

Agora sim, vamos começar nosso tour pelos 15 Mais de Ottawa?

1 – Parliament Hill  (Colina do Parlamento)

Quando se fala em Ottawa, com certeza uma das primeiras imagens que vem à mente é desse prédio majestoso e imponente: o Parlamento, que fica numa colina, quando visto do Rio Ottawa, que banha a cidade.

Colina do Parlamento

O Parlamento de Ottawa abriga a sede do governo do país, que adota o regime de monarquia constitucional, sendo que a chefia de Estado fica a cargo da Rainha Elizabeth e a democracia parlamentar sob o comando  do Primeiro Ministro Justin Trudeau e compondo o poder legislativo, temos o Monarca, o Senado e a Câmara dos Comuns (que são os membros do Parlamento em si). O estilo arquitetônico é o gótico, e o Parlamento, que foi construído entre 1859 e 1876 e reinaugurado em 1922 (após um incêndio em 1916), é formado por três edifícios: o Centre Block (Bloco Central), o East Block (Bloco Leste) e o West Block (Bloco Oeste) e na praça, bem em frente ao Centre Block, fica a Chama Centenária que permanece sempre acesa em homenagem aos combatentes de guerra.

Parlamento – Bloco Central
O Parlamento e a Chama Centenária
Detalhe da Chama Centenária

No Centre Block (ou Bloco Central), encontramos a  Peace Tower (ou Torre da Paz) que mede mais de 92m de altura e também foi construída em homenagem aos soldados canadenses que morreram na Primeira Guerra Mundial. E no alto da Torre  fica um belo relógio e no interior dela, vários livros com os nomes dessas vítimas da guerra.

Nos Jardins da Frente do Parlamento acontecem vários eventos, no dia que visitamos estava tendo uma apresentação oriental, com direito a aula e tudo, além da prática de esportes. Também é possível fazer uma visita guiada gratuita ao interior do Parlamento, dá pra tentar ir direto e pegar senha no Centro de Informações Turísticas, ou então reservar pelo site: https://visit.parl.ca/sites/Visit/default/en_CA. Vale lembrar que o Parlamento fica na Wellington Street (uma das ruas mais conhecidas da cidade).

Apresentação Oriental
Prática de Esportes

Ao lado do Parlamento, seguindo o mesmo estilo arquitetônico, temos o  Confederation Building (ou Edifício da Confederação) que foi inaugurado em 1931, tem a forma de Chateau (ou Castelo) em “V” e abriga vários escritórios do governo.

Edifício da Confederação

Outro lugar que merece uma visita é o Mirante do Parlamento, que fica na parte de trás e nos proporciona essa vista linda da cidade e dos outros pontos turísticos, como a Galeria Nacional,  a Catedral de Notre Dame, entre outros. Postei um vídeo no nosso Canal no Youtube para te mostrar mais detalhes dessa vista: https://youtu.be/iiG3fYBWH8Q

Parlamento visto do seu Mirante
Linda vista do Mirante do Parlamento

2 – Lady Dive

Falando em pontos turísticos, já imaginou estar contemplando muitos deles a bordo de um ônibus e repentinamente esse ônibus entra no rio? Calma!!! Não precisa se apavorar!!! Essa experiência inusitada faz parte do passeio Amphibus Lady Dive.

Ônibus Anfíbio Lady Dive e nosso Capitão

Tudo começa como um city tour normal, no qual vamos passando pelos pontos turísticos e a guia vai nos contando um pouco sobre as histórias dos lugares, até que, de súbito, o ônibus anfíbio  Amphibus Lady Dive entra na água e começa a navegar pelo Rio Ottawa. A sensação é incrível, vale muito a pena fazer esse passeio, sem falar na possibilidade de observar o Parlamento de um outro ângulo… Dá só uma olhadinha nesse vídeo que postamos no nosso Canal no Youtube para sentir como foi esse tour: https://youtu.be/8VNJ6wffyc0

Foto com o Capitão do Lady Dive
Parlamento visto do Lady Dive

O passeio de Amphibus Lady Dive dura cerca de uma hora (incluindo a parte terrestre e a aquática) e é muito divertido e diferente. Foi a primeira vez que andei num veículo anfíbio e adorei a experiência. Os ingressos custam cerca de CAD$ 34 pra adulto, mas tem desconto pra estudante e criança e é possível comprar lá na hora (no quiosque que fica em 59 Sparks Street  – esquina das Ruas Sparks com a Elgin) ou pelo site: www.ladydive/amphibus-tickets/ e também o combo com o ônibus turístico Double Deck (que faz um city tour mais longo e só por terra). Para saber mais informações, é só conferir no site: www.ladydive.com/amphibus-and-buses/  

Com a minha irmã Ane no City Tour do Lady Dive na Parte Terrestre
E na Parte Aquática

3 – Notre Dame Cathedral (Catedral de Notre Dame)

Vamos conhecer agora mais um cartão postal de Ottawa: a Notre Dame Cathedral (ou Catedral de Notre Dame), que com sua imponência e beleza encanta a todos!!! Sua construção começou em 1841 e a inauguração se deu em 1846, mesclando os estilos neoclássico (na entrada principal) e neogótico (nas estruturas superiores). Notre Dame é a maior e mais antiga igreja da cidade, além de ser a sede do Arcebispo de Ottawa.

Catedral de Notre Dame de Ottawa
Belíssimo interior da Catedral de Notre Dame

A riqueza de detalhes da Catedral de Notre Dame realmente impressiona. O projeto exterior (mais clássico) ficou por conta do arquiteto Antoine Robillard e do padre John Francis Cannon e o projeto interior (mais ornamentado) foi de Georges Buillon, que nos envolve com os arcos góticos, direcionando nosso olhar para o céu estrelado pintado no teto da Catedral e nos conduzindo para apreciar a vida de Cristo esculpida no altar. Além dos anjos e santos espalhados por toda a Igreja.

Detalhes do Teto
E do Altar

Outro item que chama a atenção na Catedral de Notre Dame é o Órgão, cujo primeiro instrumento foi inaugurado em 1850, depois foram adicionadas outras partes e  finalmente foi realizada uma grande reforma em 1999. Assim como toda a Catedral que foi restaurada entre os anos 90 e 2000.

Também é possível fazer um visita guiada à Catedral de Notre Dame, que dura de 45 a 60 minutos, para saber valores e informações sobre o agendamento é só entrar em contato pelo e-mail: info@notredameottawa.com . E para conhecer um pouco mais sobre a catedral, é só visitar o site: www.notredameottawa.com. Lembrando que a Catedral de Notre Dame fica no número 385, da Sussex Drive.

Catedral de Notre Dame

4 -National Gallery Of Canada (Galeria Nacional do Canadá)

Em frente à Catedral de Notre Dame, temos outro ponto turístico icônico de Ottawa: Nacional Gallery of Canada (ou Galeria Nacional do Canadá), que é uma das mais importantes galerias de arte do país e se destaca por sua belíssima construção arquitetônica em vidro e granito, projetada por Moshe Safdie e inaugurada em 1988.

Galeria Nacional do Canadá

Antes mesmo de entrarmos na National Gallery of Canada, já somos recepcionados  pela Maman, uma escultura gigantesca de uma Aranha Mamãe, que carrega um saco com os ovos de seus filhotes. A obra é de Louise Bourgeois, mede mais de 10m de altura e foi feita em bronze, aço inoxidável e mármore no ano de 1999 para homenagear a mãe da artista, já falecida, que era tecelã e também protetora (como as aranhas, na concepção de Louise). Essa obra foi para a National Gallery em 2005 e realmente impressiona!!!

Com a Escultura “Maman”

Agora vamos voltar a falar da National Gallery, que conta com um acervo permanente de mais de 90 mil obras, tanto de artistas canadenses, quanto europeus, asiáticos, americanos, entre outros. Além de exposições temporárias. Vamos começar a visita pelo  Nível 1 (ou 1º Andar) com obras de artistas canadenses, inclusive indígenas, que nos mostram sua cultura e costumes através da arte. E nesse andar também encontramos modelos de roupas dos moradores das regiões mais frias do país, além de lindos quadros.

Exposição do 1º Andar da Galeria Nacional

A National Gallery também tem uma ala dedicada à arte contemporânea, onde podemos apreciar os Camelos (“Camels VI, VII, VIII”) de Nancy Grave, além de uma releitura do quadro de 1750 “Mr and Mrs Andrews”, chamada de “Mr. and Mrs. Andrews without their Heads” (ou “Sr. e Sra. Andrews sem suas cabeças”), feita por Yinka Shonibare CBE em 1998, entre muitas outras obras.

Com os Camelos

Seguindo para o Nível 2 (ou  2º Andar), encontramos obras de grandes artistas europeus, como Claude Monet, Paul Gauguin, Auguste Rodin, Paul Cézzane, entre outros. Além de arte americana e contemporânea também.

Ponte de Waterloo, Efeito da Luz Solar no Nevoeiro (de Claude Monet)
As Pedreiras de Le Chou perto de Pontoise (de Paul Gauguin)
A Idade do Bronze (de Auguste Rodin)
Estrada em Auvers-sur-Oise (de Paul Cézzane)

E só mais um detalhe, nesse dia ia ter um casamento na Catedral de Notre Dame e a festa seria aqui na National Gallery.  Dá só uma olhadinha na decoração das mesas… Que combinação mais elegante!!! Muitas felicidades ao noivos e parabéns pelo bom gosto!!!

Para saber mais informações sobre a National Gallery (como horário de funcionamento, valores, exposições em cartaz, etc.) é só dar uma conferida no site: www.gallery.ca

5 – Major’s Hill Park (Parque Major’s Hill)

Te convido agora a passear comigo pelo  Major’s Hill Park : um verdadeiro refúgio verde no meio da Capital do Canadá!!! Ele foi o primeiro parque da cidade (datado de 1826), sendo que à princípio fazia parte da residência do engenheiro chefe do Rideau Canal e só em 1875 tornou-se um parque propriamente dito. Atualmente recebe muitos eventos, inclusive o Canada Day (que é comemorado em 1º de julho). O Parque tem vários acessos, mas o que eu utilizei foi o da Avenida Mackenzie. É um lugar encantador e que nos proporciona fotos incríveis (inclusive dos esquilinhos, que eu amo)!!!

No Major’s Hill Park
Entre os Esquilos e os Jardins…

Além de ser um parque enorme (mais de 5 hectares), o Major’s Hill Park  é muito bem cuidado, excelente para a prática de exercícios físicos e para relaxar, ele oferece uma vista incrível dos principais pontos turísticos de Ottawa, como a Catedral de Notre Dame, a Galeria Nacional (ou National Gallery) e o Parlamento.

E Parlamento vistos do Major’s Hill Park

6 – Rideau Canal / Fairmont Chateau Laurier

Outro cartão postal de Ottawa é o Rideau Canal, que é um canal que corta a cidade, sendo utilizado no verão para a navegação de barcos com turistas e no inverno, como pista de patinação no gelo (uma das maiores do mundo, com 7,8 km de extensão), chamada de Rideau Canal Skateway, que é gratuita e funciona diariamente. O acesso ao Rideau Canal fica entre as Ruas Wellington e a Rideau. Dá uma olhada nesse vídeo que postei no Youtube para ver com mais detalhes a beleza desse Canal: https://youtu.be/ZAMzfYPGWts

Rideau Canal visto de cima
E visto do meio

O Rideau Canal foi idealizado em 1812 (após uma guerra) para facilitar o transporte fluvial seguro entre Ottawa e Kingston, mas só foi construído entre 1826 e 1832 e em 2007 foi declarado Patrimônio Mundial da Unesco. Seu comprimento chega até 200 km, cortando várias cidades e conta com 45 eclusas, e ao longo do seu percurso na Capital, é cercado por trilhas, calçadões e margens arborizadas e oferece essa vista linda do Fairmont Château Laurier,  um hotel histórico, de uma arquitetura belíssima que confere um charme todo especial à Ottawa e fica no número 1, da Rua Rideau. Para saber mais informações sobre o hotel é só dar uma olhada no site: https://www.fairmont.com/laurier-ottawa/.

Rideau Canal com o lindo Castelo “Fairmont Château Laurier”
O Famoso Hotel Fairmont Château Laurier

7 – Senate of Canada (Senado do Canadá)

Numa das margens do Rideau Canal (em frente o Fairmont Chateau Laurier), encontramos o edifício do Senate of Canada (ou Senado do Canadá),  que também faz parte do Parlamento, porém o prédio está afastado dos três blocos da Colina do Parlamento (vou mostrar a foto para você ter uma ideia de como está a disposição desses prédios). Sua arquitetura, apesar de ser um pouco diferente dos outros prédios do Parlamento, também é muito bonita e chama a atenção, tanto que me interessei e fui perguntar o que funcionava ali…

Senado Canadense
Mapa do Parlamento (o Senado é o nº 4)
O Senado e o Rideau Canal

O Senado do Canadá é composto por 105 membros, que são indicados pelo Primeiro Ministro do Canadá quando ocorre vacância na vaga, já que o cargo é vitalício até os 75 anos de idade. E também é possível fazer visita guiada como no Parlamento. Eu não consegui fazer porque não deu tempo, mas se você tiver a oportunidade de ir, vá e depois nos conte como foi a experiência. Para saber mais informações é só conferir o site: https://www.sencanada.ca/en.

Detalhe da Fachada do Senado

Bem ao lado do Senado, ficam as esculturas “Women are Persons” (ou Mulheres são Pessoas) da artista Barbara Paterson (2000), que representam a luta e a vitória em 1929 de cinco mulheres  “Famous 5”: Judge Emily Murphy, Henrietta Muir Edwards, Louise McKinney, Nellie McClung e Irene Parlby para que mulheres pudessem ser elegíveis para o Senado e para isso elas protocolaram uma petição ao Governo para que explicasse a definição da palavra “pessoa”, sendo concluído que “pessoas incluem membros de ambos os sexos: masculino e feminino” e partir daí essa luta ganhou força e as mulheres puderam participar da vida política do País!!! Parabéns a essas guerreiras!!!  

Escultura “Women are Persons”
Me juntando a elas!!!

8- Supreme Court of Canada (Suprema Corte do Canadá)

A  Supreme Court (ou Suprema Corte) é a última instância de julgamento no Canadá, tanto para os recursos dos cidadãos quanto os do governo. Foi criada em 1875 e é composta por oito membros (juízes) e por um juiz presidente, que são indicados pelo Gabinete do Canadá e aprovados pelo Governador Geral (que é o representante da Rainha Elizabeth II), podendo ocupar o cargo até os 75 anos de idade.

Suprema Corte do Canadá

A arquitetura do edifício da Suprema Corte é bem clássica e imponente e foi projetada em estilo art deco pelo arquiteto de Montreal Ernest Cormier, na década de 1930, sendo que a construção começou efetivamente em 1939 e terminou em 1941. Quando vista do rio Ottawa, realmente impressiona…

Suprema Corte vista do Rio

Existem duas estátuas de 3m de altura na fachada da Suprema Corte,  a Veritas (Verdade)  do lado esquerdo e a Ivstitia (Justiça) do lado direito, que forma esculpidas pelo artista Walter S. Allward e representam os pilares da corte!

Para mais informações sobre a  Suprema Corte (que fica no nº 301 da Wellington Street) é só conferir o site: https://www.scc-csc.ca/ e para agendamento de visitas, o e-mail é: tour-visite@scc-csc.ca

9 – Saint Patrick Basilica (Basílica de São Patrício)

Vamos visitar mais uma igreja em Ottawa: a Basílica de Saint Patrick (ou São Patrício), que foi a primeira Igreja Católica a ter celebração em língua inglesa na cidade. Sua construção começou em 1869 e finalizou em 1875, sendo declarada como Basílica em 1995.

Basílica de São Patrício (ou Saint Patrick)
No Interior da Basílica de Saint Patrick

O projeto inicial da Basílica de São Patrício foi do arquiteto Augustus Laver e o estilo adotado foi o gótico. A escolha de Saint Patrick para ser homenageado com essa Igreja foi em razão de ser o santo padroeiro da Irlanda e o grande apoio que os irlandeses que moravam na região deram para que a Igreja fosse construída. A Basílica fica no nº 220 da Kent Street (na Esquina com a Nepean Street) e mais detalhes estão no site: https://www.basilica.ca/

Altar da Basílica de Sâo Patricio

10 – Sparks Street e D’Arcy McGee’s Pub (Rua Sparks e Pub D’Arcy Mc Gee’s)

Sei que você já está sentindo falta das compras, não é mesmo? Então calma que chegou a hora!!! Vamos passear agora pela Sparks Street (ou Rua Sparks), que foi o primeiro shopping numa rua exclusiva para pedestres, no Canadá. Foi criado em 1967 e abrange o trecho da Elgin à Lyon Street (a outra parte da Sparks Street é normal).  É nessa rua que encontramos um dos letreiros de Ottawa, além de várias lojas (inclusive de souvenirs), restaurantes e obras de arte.

Caminhando pela Rua Sparks…
Onde encontrei o Letreiro de Ottawa
E essa linda obra de arte!

A Sparks Street fica uma quadra ao sul e segue paralelamente à rua do Parlamento (que é a Wellington Street). Além do que já foi citado acima, também encontramos na Sparks Street o Correio Central (ou Central Post Office), que é um belíssimo prédio construído em 1939 e projetado por WE Noffke, mesclando os estilos Chateuesque (inspirado na arquitetura renascentista francesa e nos castelos do Vale do Loire) e Art Deco. E um dos detalhes do edifício que chama bastante a atenção são os leões esculpidos em uma das entradas.

Prédio do Correio Central
Detalhe dos Leões na Entrada do Correio Central

Caminhando mais um pouco pela Sparks Street, nos deparamos com o Restaurante/ Pub D’Arcy McGee’s, mas antes de falar sobre o estabelecimento em si, vou te contar a história do patrono: Thomas D’Arcy McGee, que era um autor, poeta e conhecido como o Pai da Confederação do Canadá, por ter desempenhado um papel importantíssimo para sua elaboração. Além de defender os Irlandeses Católicos e se posicionar contra os “Fenians”, que era um grupo de revolucionários irlandeses que tentaram invadir o Canadá em 1866 (e posteriormente em 1870).

Porém, enquanto ele retornava a sua casa na Sparks Street (esquina com a Metcalfe) no dia 7 de abril de 1868, McGee foi baleado e morto provavelmente por membros desse grupo revolucionário. E nesse local, em sua homenagem, foi criado o Restaurante/ Pub D’Arcy McGee’s, que num ambiente agradável e descontraído recebe os clientes com excelentes pratos (inclusive vegetarianos) e drinks. Para saber mais detalhes do restaurante e do cardápio, é só conferir o site: https://www.darcymcgees.com

Restaurante/ Pub D’Arcy McGee’s
Com minha irmã Ane no Pub D’Arcy McGee’s
O prato estava ótimo! Aceita?

11 – National War Memorial (Memorial Nacional de Guerra)

O National War Memorial (ou Memorial Nacional de Guerra) é um grande monumento em homenagem aos Heróis da Guerra, aos soldados da Primeira e Segunda Guerras Mundiais, bem como a todos os canadenses que morrem em conflito em nome da Pátria. O Monumento, que consiste num arco de granito com estátuas de bronze, foi projetado por Vernon March em 1939 e acrescido do Túmulo do Soldado Desconhecido no ano 2000 da escultora Mary Ann Liu.

Memorial Nacional de Guerra

O  Memorial Nacional de Guerra fica na Praça de Confederação (ou Confederation Square) e tem mais de 21m de altura, por 8m de largura e mais de 15m de comprimento. E é neste local que se realiza, todo ano no dia 11 de novembro, a cerimônia do Remembrance Day (ou Dia da Lembrança) em homenagem aos combatentes falecidos. Agora falando um pouquinho sobre a simbologia do Monumento, temos que as duas estátuas no topo representam a paz e a liberdade e as estátuas de soldados no centro, representam as forças canadenses na Primeira Guerra Mundial e sempre tem sentinelas guardando o Túmulo do Soldado Desconhecido.

Detalhes do Memorial Nacional de Guerra

12 – National Arts Centre e ByWard Market (Centro Nacional de Artes e Mercado ByWard)

O National Arts Centre (ou Centro Nacional de Artes) é o local onde a arte pulsa em Ottawa!!! Foi criado em 1969, em homenagem aos 100 anos do Canadá (celebrado em 1967), com a proposta de integrar vários tipos de arte desde orquestra e dança, passando pelo teatro inglês, francês e indígena, até apresentações de balés e shows!!! Além da riqueza artística, o edifício também chama a atenção por sua arquitetura, cujo projeto foi de Fred Lebensold, utilizando o estilo brutalista, que é marcado por linhas geométricas bem definidas e concreto exposto. O National Arts Centre fica entre a Elgin Street e o Rideau Canal, em frente à Praça da Confederação. Para saber mais detalhes e conferir a programação, é só dar uma olhada no site: www.nac-cna.ca/en/

Centro Nacional de Artes…
E sua Fachada

Outro lugar que vale a pena dar uma passadinha é no ByWard Market (ou  Mercado ByWard), que é um dos primeiros mercados públicos do Canadá, criado em 1826 pelo tenente-coronel John By (de onde originou o nome ByWard). Nessa área (de cerca de quatro quarteirões entre a Sussex Drive e Mackenzie Avenue, a Cumberland Street, a Cathcart Street e a Rideau Street), é possível encontrar restaurantes, produtos alimentícios, lojas, artesanato, entre muitos outros itens e serviços, além de mais um Letreiro de Ottawa. E para saber mais informações, é só conferir o site: www.byward-market.com/en/home/

Área do ByWard Market

13 – Bank of Canada / Bank of Canada Museum  (Banco do Canadá e Museu do Banco do Canadá)

Essa dica é pra você que gosta de coleções, principalmente de dinheiro. Mas antes de falar disso, quero que conheça o Bank of Canada (ou Banco do Canadá),  que apresenta uma arquitetura muito interessante: uma parte em estilo neoclássico (construída em 1938) ao lado de uma parte moderna, com uma torre alta em vidro (projetada pelo arquiteto Arthur Erickson nos anos 70). O Bank of Canada é o Banco Central do Canadá, responsável pela emissão das moedas e também pelo controle da inflação e da economia. O prédio fica na 234 Wellington Street West, e mais informações estão no site:  https://www.bankofcanada.ca/

Parte Moderna do Banco do Canadá
E Parte Antiga

Agora sim, chegou a hora de falar sobre o Bank of Canada Museum (ou  Museu do Banco do Canadá), que abriga a maior Coleção de Moeda Nacional. Esta começou modestamente nos anos 50 e aumentou significativamente nos anos 60. O acesso ao Museu se dá descendo a pirâmide que faz parte da arquitetura moderna (espelhada) do Banco. Além dessa coleção, o museu também conta com exposições interativas sobre o importante papel do Banco do Canadá na economia do país. Para saber mais detalhes, é só dar uma olhadinha no site: https://www.bankofcanadamuseum.ca/

14 – Canadian Museum of History (Museu Canadense de História)

Continuando a falar de arquitetura interessante, com certeza um dos edifícios que também chama muito a atenção em Ottawa é Canadian Museum of History (ou Museu Canadense de História), que foi projetado pelo arquiteto Douglas Cardinal, em 1989, buscando retratar a paisagem canadense quando do início da civilização, com grandes planícies, rios e lagos emergindo de geleiras em declínio. E foi criado com a intenção de preservar a história canadense, através da diversidade cultural do seu povo.

Museu Canadense de História
E detalhes de sua arquitetura

O Museu Canadense de História começou a existir em 1856, fazendo parte do Serviço Geológico do Canadá, depois passou a ser do Museu Nacional do Canadá e depois do Museu Nacional do Homem, até tornar-se em 1986 o Museu Canadense da Civilização, quando mudou para o edifício atual em 1989 e teve o nome alterado para Museu Canadense de História em 2013. Além da parte externa que é belíssima, o acervo permite explorar mais de 15.000 anos da história canadense através de objetos e relatos pessoais. O Museu fica em 100,  Laurier Street, em Gatineau e para maiores informações é só conferir o site: https://www.historymuseum.ca/ Como o tempo estava muito contado, não tive a oportunidade de visitar esse museu, mas já está na minha lista para a próxima visita a Ottawa. E se você for primeiro, conte nos comentários como foi a experiência. Mas enquanto a visita pessoalmente não acontece, é possível conhecer seu rico acervo de exposição virtual: https://www.historymuseum.ca/#online-exhibitions

Museu Canadense de História visto do Mirante do Parlamento

15 – Confederation Park (Parque das Confederações)

Se você já cansou dessa maratona de passeios, o que acha de dar uma pausa para descanso, num oásis verde em meio à agitação da cidade? Isso é perfeitamente possível no Confederation Park (ou Parque das Confederações)¸ que fica bem no centro do Ottawa, na esquina da Elgin Streetcom a  Laurier Avenue. Esse Parque foi inaugurado em 1967 para comemorar o centenário do Canadá (assim como o Centro Nacional de Artes que comentei anteriormente, lembra?). Ele ocupa uma área de mais de 2 hectares e é o palco de vários eventos como o Winterlude (no inverno), as celebrações do “Dia do Canadá” e também o “Festival Internacional de Jazz de Ottawa” entre outros. Para saber mais informações é só conferir o site: https://ncc-ccn.gc.ca/places/confederation-park

Parque das Confederações

Além de muito verde, o Parque das Confederações também conta com vários monumentos e esculturas, como a  Fonte Memorial em homenagem ao Coronel By, que veio pra cá após ter ficado por volta de um século na Trafalgar Square em Londres. Outras homenagens também são prestadas através de esculturas, tanto aos Soldados da Guerra dos Bôeres, quanto aos Animais na Guerra que sem dúvida oferecem grande apoio ao homem nesses momentos tão difíceis.

Fonte Memorial do Parque das Confederações
Homenagem mais que justa aos Animais na Guerra
Homenagem à Guerra dos Bôeres

No Parque das Confederações também encontramos o Totem Kwakiutl que foi doado pelos indígenas da Colúmbia Britânica para comemorar o centenário da união dessa Província com o Canadá (que ocorreu em 20 de  julho de 1871). E a grande atração que são os Esquilos, é muito bom ficar observando essas preciosidades da natureza!!!! E com esses fofuchos me despeço de Ottawa!!!

Totem Kwakiutl
Esquilos do Parque das Confederações

Bônus: Passeios Diferentes em Toronto

Espero que tenha se divertido muito nesse passeio por Ottawa!!! Agradeço de coração sua companhia e já aproveito para fazer um convite para me acompanhar na próxima jornada: um tour diferente por Toronto! O que acha de visitar um Templo Indiano,  acompanhar a Fabricação de Cerveja ou então descobrir como a Rainha Elizabeth é representada numa Sessão Legislativa? Para isso e muito mais é só conferir a próxima postagem: https://cadaviagemumabagagem.com/passeios-diferentes-em-toronto/!!!

Ah! Lembrando que se você gostou desse post, compartilhe com seus amigos para que possam se divertir também, nesse momento tão desafiador que estamos vivendo, e siga nossas redes sociais para saber em primeira mão as novidades além de muitas dicas: Instagram (@cadaviagemumabagagem) e Facebook (https://www.facebook.com/cadaviagemumabagagem/) e se inscreva no nosso canal do Youtube (Cada Viagem uma Bagagem): https://www.youtube.com/channel/UC5Q29-MYuWjvPH__wWhF42A

THE OTTAWA’S 15 MOST

My invitation today is to continue our journey through Canada, I want you know with me its capital Ottawa, which is about 450 km from Toronto, in the province of Ontario, and offers us beautiful places to enjoy.

Parliament seen from Major’s Hill Park

It has several transportation options, including road and rail, but we opted for air to save time in traveling between Toronto and Ottawa and from the airport we took a taxi to the Hotel, which is in the central region (Downtown) about 14 km from the airport. And on the way back we took a bus that did this journey (the fare costs CAD $ 3.60, but if you don’t have the ticket you can pay with coins – so it’s good to leave the amount already reserved – and depending on the time you are staying, you can buy the ticket for 1, 2 or more days).

Speaking a bit about the accommodation, we stayed at Arc The Hotel (140 Slater St., Ottawa), which is very well located (close to the Parliament and other attractions in the city) and offers great accommodation. In addition to a Lounge that is a charm.

Now are we going to start our tour of Ottawa’s 15 Most?

1 – Parliament Hill  

When talking about Ottawa, certainly one of the first images that comes to mind is of this majestic and imposing building: the Parliament, which sits on a hill, when seen from the Ottawa River, which bathes the city.

Parliament Hill

The Parliament has the seat of the country’s government, which adopts the constitutional monarchy regime, with the head of state being in charge of Queen Elizabeth and parliamentary democracy under the command of Prime Minister Justin Trudeau and composing the legislative power, we have the Monarch, the Senate and the House of Commons (which are the members of Parliament itself). The architectural style is Gothic, and the Parliament, which was built between 1859 and 1876 and reopened in 1922 (after a fire in 1916), is made up of three buildings: the Center Block, the East Block and the West Block, and in the square, right in front of the Center Block, is the Centennial Flame that always remains lit in honor of the war fighters.

Center Block
Centennial Flame

In the Center Block, we find the Peace Tower that measures more than 92m in height and was also built in honor of the Canadian soldiers who died in the First World War. And at the top of the Tower is a beautiful clock and inside it, several books with the names of these war victims.

In the Gardens of the Parliament Front there are several events, the day we visited there was an oriental party, with classes and everything more, besides the practice of sports. It is also possible to take a free guided tour inside the Parliament, you can try to go straight and get a password at the Tourist Information Center, or else book on the website: https://visit.parl.ca/sites/Visit/default/en_CA. It is worth remembering that Parliament is on Wellington Street (one of the best known streets in the city).

Next to the Parliament, following the same architectural style, we have the Confederation Building that was inaugurated in 1931, has the shape of a Chateau in “V” and houses several government offices.

Confederation Building

Other place that deserves a visit is the Parliament Lookout, which is at the back and provides us with this beautiful view of the city and other touristic sights, such as the National Gallery, Notre Dame Cathedral, among others… I posted a video on our Youtube Channel to show you more details of this view: https://youtu.be/iiG3fYBWH8Q

Parliament seen from its Lookout
Parliament Lookout
National Gallery and Notre Dame Cathedral

2 – Lady Dive

Speaking of tourist sights, have you ever imagined that you are contemplating many of them on board a bus and suddenly that bus enters the river? Calm!!! No need to panic !!! This unusual experience is part of the Amphibus Lady Dive tour.

Amphibus Lady Dive Bus

It all starts as a normal city tour, in which we pass by the tourist spots and the guide tells us a little about the stories of the places, until, suddenly, the amphibious Amphibus Lady Dive bus enters the water and starts to navigate Rio Ottawa. The feeling is incredible, it is very worthwhile to take this tour, not to mention the possibility of observing the Parliament from another angle… Just take a look at this video that we posted on our YouTube Channel to see what this tour was like: https://youtu.be/8VNJ6wffyc0

Photo with the Lady Dive Captain
Parliament seen from Lady Dive

Amphibus Lady Dive tour lasts about an hour (including land and water) and is very fun and different. It was the first time that I rode in an amphibious vehicle and I loved the experience. Tickets cost about CAD $ 34 for adults, but have a discount for students and children and you can buy them right away (at the kiosk located at 59 Sparks Street – corner of Sparks Streets with Elgin) or through the website: www.ladydive/amphibus-tickets/ and also the combo with the Double Deck tourist bus (which makes a city tour longer and only by land). To find out more, just check the website: www.ladydive.com/amphibus-and-buses/

With my sister Ane on Lady Dive City Tour
Amphibus Lady Dive Tour

3 – Notre Dame Cathedral

Let’s now visit other postcard from Ottawa: Notre Dame Cathedral, which with its grandeur and beauty delights everyone!!! Its construction began in 1841 and the inauguration took place in 1846, mixing the neoclassical (at the main entrance) and neogothic (in the upper structures) styles. Notre Dame is the oldest and largest church in the city, as well as being the seat of the Archbishop of Ottawa.

Notre Dame Cathedral
Beautiful Inside of Notre Dame Cathedral

The wealth of details of Notre Dame Cathedral really impresses. The exterior design (more classic) was the responsibility of the architect Antoine Robillard and the Priest John Francis Cannon and the interior design (more ornate) was by Georges Buillon, who surrounds us with the Gothic arches, directing our gaze to the starry sky painted in the Cathedral ceiling and leading us to appreciate the life of Christ carved on the altar. In addition to the angels and saints scattered throughout the Church.

Details of the Cathedral Ceiling
And from the Altar

Other item that draws attention in the Notre Dame Cathedral is the Organ, whose first instrument was inaugurated in 1850, then other parts were added and finally a major renovation was carried out in 1999. As well as the entire Cathedral that was restored between the 90s and 2000.

It is also possible to take a guided tour of Notre Dame Cathedral, which lasts 45 to 60 minutes, to find out values ​​and information about the schedule, just contact by email: info@notredameottawa.com . And to know a little more about the cathedral, just visit the website: www.notredameottawa.com . Remembering that Notre Dame Cathedral is at number 385, Sussex Drive.

Notre Dame Cathedral

4 -National Gallery Of Canada

In front of Notre Dame Cathedral, we have another iconic Ottawa landmark: National Gallery of Canada, which is one of the most important art galleries in the country and stands out for its beautiful architectural glass and granite, designed by Moshe Safdie and opened in 1988.

National Gallery of Canada

Before we even enter the National Gallery of Canada, we are welcomed by Maman, a gigantic sculpture of a Mama Spider, which carries a bag with the eggs of its young. The work is by Louise Bourgeois, measures over 10m in height and was made in bronze, stainless steel and marble in 1999 to honor the mother of the late artist, who was a weaver and also protective (like spiders, in the conception Louise). This work went to the National Gallery in 2005 and really impresses!!!

Sculpture “Maman”

Now we are going to talk again about the National Gallery, which has a permanent collection of over 90 thousand works, both by Canadian artists, as well as Europeans, Asians, Americans, among others. In addition to temporary exhibitions. We will start the visit on Level 1 with works by Canadian artists, including indigenous people, who show us their culture and customs through art. And on this floor we also find models of clothes from the residents of the coldest regions of the country, in addition to beautiful pictures.

First floor Exhibition of National Gallery

National Gallery also has a side dedicated to contemporary art, where we can appreciate the Camels (“Camels VI, VII, VIII”) by Nancy Grave, as well as a reinterpretation of the 1750 painting “Mr and Mrs Andrews”, called “Mr. and Mrs. Andrews without their Heads”, made by Yinka Shonibare CBE in 1998, among many other works.

Camels

Moving on to Level 2, we find works by great European artists, such as Claude Monet, Paul Gauguin, Auguste Rodin, Paul Cézzane, among others. In addition to American and contemporary art as well.

Waterloo Brigde Effect of Sunlight in the Fog (by Claude Monet)
The Quarries of Le Chou near Pontoise II by Paul Gauguin
The Age of Bronze by Auguste Rodin
Road at Auvers-sur-Oise by Paul Cézzane

And just one more detail, that day there was going to be a wedding at Notre Dame Cathedral and the party would be here at the National Gallery. Just take a look at the table decoration … What a more elegant combination!!! Many congratulations to the newlyweds and congratulations for the good taste!!!

To find out more information about the National Gallery (such as opening hours, prices, exhibitions, etc.) just check out the website: www.gallery.ca

5 – Major’s Hill Park

I invite you now to take a walk with me at Major’s Hill Park: a true green haven in the middle of the Capital of Canada!!! It was the first park in the city (dated 1826), being that at first it was part of the residence of the chief engineer of Rideau Canal and only in 1875 it became a park itself. It currently hosts many events, including Canada Day (which is celebrated on July 1rst). The Park has several accesses, but the one I used was Avenida Mackenzie. It is a charming place that gives us incredible pictures (including of the squirrels, which I love)!!!

Major’s Hill Park
Between Squirrels and Flowers

In addition to being a huge park (more than 5 hectares), Major’s Hill Park is very well maintained, excellent for exercising and relaxing, it offers an incredible view of Ottawa’s main sights, such as Notre Dame Cathedral, the National Gallery and the Parliament.

And Parliament seen from Major’s Hill Park

6 – Rideau Canal / Fairmont Chateau Laurier

Other postcard from Ottawa is the Rideau Canal, which is a canal that cuts through the city, being used in summer for navigation of boats with tourists and in winter, as an ice skating rink (one of the largest in the world, with 7,8 km long), called Rideau Canal Skateway, which is free and works daily. Access to the Rideau Canal is between Wellington and Rideau Streets. Take a look at this video I posted on Youtube to see in more detail the beauty of this Channel: https://youtu.be/ZAMzfYPGWts

Rideau Canal seen from above
And from the middle

Rideau Canal was designed in 1812 (after a war) to facilitate safe river transport between Ottawa and Kingston, but it was only built between 1826 and 1832 and in 2007 it was declared a UNESCO World Heritage Site. Its length reaches up to 200 km, crossing several cities and has 45 locks, and along its route in the Capital, it is surrounded by trails, boardwalks and wooded banks and offers this beautiful view of the Fairmont Chateau Laurier, a historic hotel, in a beautiful architecture that gives Ottawa a very special charm and is located at number 1, on Rideau Street. To find out more about the hotel, just take a look at the website: https://www.fairmont.com/laurier-ottawa/ .

Rideau Canal and the Castle “Fairmont Chateau Laurier
The Famous Fairmont Chateau Laurier

7 – Senate of Canada

On one of the banks of the Rideau Canal (opposite the Fairmont Chateau Laurier), we find the Senate of Canada building, which is also part of the Parliament, but the building is set back from the three blocks of Parliament Hill (I will show the photo so you can get an idea of ​​how these buildings are doing). Its architecture, despite being a little different from the other Parliament buildings, is also very beautiful and draws attention, so much that I got interested and went to ask what worked there…

Senate of Canada
Map of Parliament (Senate is n º 4)
Senate and Rideau Canal

Senate of Canada is composed of 105 members, who are appointed by the Prime Minister of Canada when vacancy occurs, since the post is for life up to 75 years of age. It is also possible to take a guided tour as in Parliament. I couldn’t do it because there was no time, but if you have the opportunity to go, go and then tell us about the experience. To find out more information just check the website: https://www.sencanada.ca/en.

Detail of the facade of the Senate

Right next to the Senate are the sculptures “Women are Persons” by Barbara Paterson (2000), which represent the struggle and victory in 1929 of five “Famous 5” women: Judge Emily Murphy, Henrietta Muir Edwards, Louise McKinney, Nellie McClung and Irene Parlby so that women could be eligible for the Senate and for that they filed a petition to the Government to explain the definition of the word “person”, concluding that “people include members of both sexes: male and female” and from there this fight gained strength and women were able to participate in the political life of the country!!! Congratulations to these warriors!!!

Women are Persons
Joining Them

8- Supreme Court of Canada

Supreme Court is Canada’s last resort for both citizen and government appeals. It was created in 1875 and consists of eight members (judges) and a presiding judge, who are appointed by the Office of Canada and approved by the Governor General (who is the representative of Queen Elizabeth II), and can hold the position until the age of 75.

Supreme Court of Canada

The architecture of the Supreme Court building is very classic and imposing and was designed in art deco style by Montreal architect Ernest Cormier in the 1930s, with construction beginning in 1939 and ending in 1941. When viewed from the Ottawa River it really impresses…

Supreme Court view of the river

There are two 3m high statues on the facade of the Supreme Court, Veritas (Truth) on the left and Ivstitia (Justice) on the right, which are sculpted by the artist Walter S. Allward and represent the pillars of the court!

For more information about the Supreme Court (located at 301 Wellington Street) just check the website: https://www.scc-csc.ca/  and for scheduling visits, the email is: tour-visite@scc-csc.ca .

9 – Saint Patrick Basilica

We will visit other church in Ottawa: Saint Patrick Basilica, which was the first Catholic Church to have an English-language celebration in the city. Its construction began in 1869 and ended in 1875, being declared a Basilica in 1995.

Saint Patrick Basilica
Inside Basilica

The initial design of St. Patrick’s Basilica was by architect Augustus Laver and the style adopted was Gothic. Saint Patrick was chosen to be honored with this Church because he was the patron saint of Ireland and the great support that the Irish who lived in the region gave for the Church to be built. The Basilica is at 220 Kent Street (on the corner of Nepean Street) and more details are on the website: https://www.basilica.ca/

Altar of Saint Patrick Basilica

10 – Sparks Street e D’Arcy McGee’s Pub

I know you’re already missing shopping, don’t you? So calm that the time has come!!! Now, we walking for Sparks Street, which was the first shopping mall on a pedestrian-only street in Canada. It was created in 1967 and covers the stretch from Elgin to Lyon Street (the other part of Sparks Street is normal). It is on this street that we find one of Ottawa’s signs, as well as several stores (including souvenirs), restaurants and works of art.

Walking along Sparks Street
Where I found the Ottawa Sign…
And this beautiful Sculpture

Sparks Street is a block to the south and runs parallel to Parliament Street (which is Wellington Street). In addition to what has already been mentioned above, we also find on the Sparks Street the Central Post Office, which is a beautiful building built in 1939 and designed by WE Noffke, mixing Chateuesque styles (inspired by French Renaissance architecture and castles Loire Valley) and Art Deco. And one of the details of the building that attracts a lot of attention is the lions carved in one of the entrances.

Central Post Office
Details of Lions

Walking a little further along Sparks Street, we find D’Arcy McGee’s Restaurant/Pub, but before I talk about the establishment itself, I will tell you the story of the patron: Thomas D’Arcy McGee, who was an author, poet and known as the Father of the Canadian Confederation, for having played a very important role in its elaboration. In addition to defending Irish Catholics and taking a stand against the “Fenians”, who were a group of Irish revolutionaries who tried to invade Canada in 1866 (and later in 1870).

However, while he was returning to his home on Sparks Street (on the corner of Metcalfe) on April 7, 1868, McGee was shot and probably killed by members of this revolutionary group. And in this place, in his honor, the D’Arcy McGee’s Restaurant/Pub was created, which in a pleasant and relaxed atmosphere welcomes customers with excellent dishes (including vegetarians) and drinks. To find out more about the restaurant and the menu, just check out the website: https://www.darcymcgees.com .

D’Arcy McGee’s Restaurant/Pub
With my sister Ane at D’Arcy McGee’s Pub
The dish was great! Do you accept?

11 – National War Memorial

National War Memorial is a great monument in honor of War Heroes, soldiers of the First and Second World Wars, as well as all Canadians who die in conflict on behalf of the Fatherland. The Monument, which consists of a granite arch with bronze statues, was designed by Vernon March in 1939 and added the Tomb of the Unknown Soldier in 2000 by sculptor Mary Ann Liu.

National War Memorial

National War Memorial is in the Confederation Square and is over 21m high, 8m wide and over 15m long. And it is here that the Remembrance Day ceremony is held every year on November 11th, in honor of the deceased combatants. Now talking a little bit about the symbolism of the Monument, we have that the two statues at the top represent peace and freedom and the soldiers statues in the center, represent Canadian forces in the First World War and there are always sentries guarding the Tomb of the Unknown Soldier.

Details of National War Memorial

12 – National Arts Centre e ByWard Market

National Arts Centre is the place where art pulsates in Ottawa!!! It was created in 1969, in honor of Canada’s 100th anniversary (celebrated in 1967), with the proposal to integrate various types of art from orchestra and dance, to English, French and Indian theater, to ballet performances and shows!!! In addition to the artistic richness, the building also draws attention for its architecture, whose design was by Fred Lebensold, using the brutalist style, which is marked by well-defined geometric lines and exposed concrete. The National Arts Centre is located between Elgin Street and the Rideau Canal, across from Confederation Square. To find out more details and check the schedule, just take a look at the website: www.nac-cna.ca/en/

National Arts Centre
And its Facade

Other place worth visiting is the ByWard Market, which is one of Canada’s first public markets, created in 1826 by Lieutenant Colonel John By (where the name ByWard originated). In this area (about four blocks between Sussex Drive and Mackenzie Avenue, Cumberland Street, Cathcart Street and Rideau Street), it is possible to find restaurants, food products, stores, crafts, among many other items and services, in addition to another Ottawa Sign. And to find out more, just check out the website: www.byward-market.com/en/home/

Area of ByWard Market

13 – Bank of Canada / Bank of Canada Museum 

This tip is for you who like collections, especially money. But before I talk about it, I want you to know Bank of Canada, which has a very interesting architecture: a part in neoclassical style (built in 1938) next to a modern part, with a tall glass tower (designed by architect Arthur Erickson in the 1970s). Bank of Canada is the Central Bank of Canada, responsible for issuing currencies and also for controlling inflation and the economy. The building is at 234 Wellington Street West, and more information is on the website: https://www.bankofcanada.ca/

Bank of Canada – Modern Part
And Neoclassical Part

Now it’s time to talk about the Bank of Canada Museum, which has the largest National Coin Collection. This began modestly in the 1950s and increased significantly in the 1960s. Access to the Museum is through the pyramid that is part of the Bank’s modern (mirrored) architecture. In addition to this collection, the museum also has interactive exhibits on the important role of the Bank of Canada in the country’s economy. For more details, just take a look at the website: https://www.bankofcanadamuseum.ca/ 

14 – Canadian Museum of History

Continuing to talk about interesting architecture, certainly one of the buildings that also draws a lot of attention in Ottawa is the Canadian Museum of History, which was designed by architect Douglas Cardinal in 1989, seeking to portray the Canadian landscape when from the beginning of civilization, with great plains, rivers and lakes emerging from declining glaciers. And it was created with the intention of preserving Canadian history, through the cultural diversity of its people.

Canadian Museum of History
Details of its architecture

The Canadian Museum of History began to exist in 1856, as part of the Geological Survey of Canada, then became the National Museum of Canada and then the National Museum of Man, until in 1986 it became the Canadian Museum of Civilization, when it changed for the current building in 1989 and changed its name to Canadian Museum of History in 2013. In addition to the beautiful exterior, the collection allows you to explore more than 15,000 years of Canadian history through objects and personal accounts. The Museum is at 100, Laurier Street, in Gatineau and for more information just check out the website: https://www.historymuseum.ca/ . As the time was short, I didn’t have the opportunity to visit this museum, but it is already on my list for the next visit to Ottawa. And if you go first, tell us in the comments how the experience went. But while the visit in person does not happen, it is possible to see its rich collection of virtual exhibition: https://www.historymuseum.ca/#online-exhibitions

Canadian Museum of History seen from Parliament Lookout

15 – Confederation Park

If you have had enough of this walking marathon, what do you think about taking a rest break, in a green oasis in the middle of the city bustle? This is perfectly possible at Confederation Park¸ which is right in the center of Ottawa, on the corner of Elgin Street and Laurier Avenue. This park was opened in 1967 to commemorate Canada’s centenary (as well as the National Arts Center that I mentioned earlier, remember?). It occupies an area of ​​more than 2 hectares and is the stage for various events such as “Winterlude” (in winter), the celebrations of “Canada Day” and also the “Ottawa International Jazz Festival” among others. To find out more information just check the website: https://ncc-ccn.gc.ca/places/confederation-park

In addition to being very green, the Confederation Park also has several monuments and sculptures, such as the Memorial Fountain in honor of Colonel By, who came here after being around a century in Trafalgar Square in London. Other honors are also given through sculptures, both to the Soldiers of the Boer War, and to the Animals in the War who undoubtedly offer great support to man in such difficult times.

Memorial Fountain
More than fair tribute to Animals in War
Tribute to the Boer War

In the Confederation Park we also find the Kwakiutl Totem, which was donated by the indigenous people of British Columbia to commemorate the centenary of the union of this Province with Canada (which took place on July 20, 1871). And the great attraction that are the Squirrels, it is very good to be watching these jewels of nature!!!! And I say goodbye to Ottawa with these cuties!

Kwakiutl Totem
Squirrels from the Confederations Park

Bonus: Different Tours in Toronto

I hope you had a lot of fun on this tour of Ottawa!!! I sincerely thank you for your company and I take the opportunity to invite you to join me on the next journey: a different tour through Toronto! What do you think about visiting an Indian Temple, accompanying the Brewing or discovering how Queen Elizabeth is represented in a Legislative Session? For this and much more just check out the next post: https://cadaviagemumabagagem.com/passeios-diferentes-em-toronto/!!!!!!

Ah! Remembering that if you liked this post, share it with your friends so they can have fun too, in this very challenging time that we are living in, and follow our social media to know firsthand the news in addition to lots of tips: Instagram (@cadaviagemumabagagem) and Facebook (https://www.facebook.com/cadaviagemumabagagem/ ) and subscribe to our Youtube channel (Cada Viagem uma Bagagem): https://www.youtube.com/channel/UC5Q29-MYuWjvPH__wWhF42A

3 comentários em “OS 15 MAIS DE OTTAWA”

    1. Oi Ana Paula!!! Fico muito feliz que tenha gostado e que tenha mergulhado nessa experiência comigo!!! Muito obrigada de coração!!! Tem outras postagens sobre o Canadá e de outros lugares… Sempre que tiver um tempinho, embarque comigo… Gratidão🙏🙏🙏

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *