Numa Experiência Enogastronômica com “Dègorgement” na Vinícola Saccomani

O convite de hoje é para uma experiência bem diferente, além de passearmos pela Vinícola Saccomani, teremos a oportunidade de conhecer e colocar em prática a técnica dègorgement de limpeza de espumante. Já imaginou que legal poder participar do processo de fabricação da bebida que você degustará na sequência com um belo rodízio de risotos para harmonizar?

Ficou com vontade, não é mesmo? Então vamos começar agora nosso passeio!!!

Parreiral da Vínicola Saccomani

Essa Experiência “Enogastronômica” acontece (mediante agendamento prévio) na  Vinícola Saccomani¸ que fica em Jundiaí, a cerca de 55 km da capital de São Paulo. O evento em si dura aproximadamente quatro horas (começa às 10h da manhã e termina às 14h), mas você pode continuar aproveitando o ambiente e desfrutando do contato com a natureza por mais tempo se quiser.

Entrada da Vínicola Saccomani

Mais uma vez quem me acompanhou nessa aventura foram meus pais (Pedro e Dalva) e minha irmã (Ane)!!! É uma excelente opção de passeio em família!!! Lembrando que todos os protocolos de segurança estão sendo seguidos para que a experiência seja bem tranquila e todos possam aproveitar tomando os devidos cuidados.

Passeio em Família

Antes da “Experiência” começar, fomos passear pela Vinícola Saccomani,  conhecendo uma parte do parreiral, o lago, a casa da árvore (pensa se a “criança interior” aqui ia resistir e não subir? rsrs), o bambuzal, entre outros espaços.

Família aproveitando o passeio…
Nesse dia tão lindo
Voltando a ser criança na Casa da Árvore

Agora sim, vamos começar nosso tour, e quem nos conduziu foi o Eduardo Ribeiro! Que foi super atencioso conosco, nos passou todas as informações sobre a produção do vinho e ainda é um excelente chef (depois te mostro a foto dele preparando a refeição).

Começamos a experiência conhecendo a plantação de Uva Catawba Rosa, que foi trazida pelo casal de italianos (Sr. Luize Saccomani e sua esposa Pellegrina Saccomani) há 135 anos. Inicialmente, o cultivo de uva era no Bairro Vila Arens (também em Jundiaí), onde permaneceu até 1970 sob a administração do filho deles, o Sr. Francisco Saccomani. Depois disso, a filha do Sr. Francisco, D. Darcy Saccomani resolveu plantar as uvas na propriedade atual que fica na região do Horto Florestal e que por conta da umidade da mata, acabou favorecendo a produção. Agora a administração está na quarta geração, sob os cuidados do Sr. José Eduardo Barbosa (que tivemos a oportunidade de conhecer durante a visita).

Visitando o Parreiral de Uva Catawba Rosa

Ao todo são 10 hectares de plantação da uva catawba pro todo o terreno. A poda acontece em agosto e a colheita entre novembro e dezembro. Como nossa visita foi em janeiro, não conseguimos ver as uvas (só essa uvinha  que estava lá para nos presentear com sua presença), mas já fica anotado na nossa agenda para voltarmos nessa época.

Agora vamos continuar nosso tour, aprendendo e conhecendo a área de produção do vinho. Existem muitas máquinas, entre elas a desengaçadeira (que separa os talos da uva – no caso de uvas finas) e a
prensa (que vai extrair o suco das uvas para começar o processo do vinho).

Galpão de Produção de Vinho

Agora vamos continuar nosso tour, aprendendo e conhecendo a área de produção do vinho. Existem muitas máquinas, entre elas a desengaçadeira (que separa os talos da uva – no caso de uvas finas) e a
prensa (que vai extrair o suco das uvas para começar o processo do vinho).

Depois disso, vai para grandes tanques de fermentação, onde fica de quatro a cinco dias. Na sequência, separa-se a parte sólida do líquido e fica por mais seis meses de fermentação em tanques menores e só depois é que vai para a garrafa. No caso dos espumantes, a garrafa deve ficar deitada por 90 dias e, posteriormente, permanecer de 30 a 180 dias de cabeça pra baixo nos pupitres, nos quais ela é girada a 180º (meia-volta) todos os dias.

Na Sala de Produção
Espumantes no Pupitre

Também tivemos a oportunidade de conhecer uma outra forma de produção de vinho, na qual o armazenamento se dá em bombonas de vidro, que são toneis de vidro que ficam ao ar livre, embaixo de uma jabuticabeira, sendo influenciados pelas intempéries do tempo, o que proporcionará diferentes sabores ao vinho.

Esse sistema de bombonas de vidro é bastante utilizado em Portugal e na Espanha e permite a produção de um vinho natural, que na Vinícola Saccomani foi batizado de Vinho Macedonia, que em italiano significa “mescla de frutas”, por ter um sabor mais frutado. Lembrando que o vinho fica de janeiro a novembro armazenado nesses toneis.

Agora vamos vivenciar a “Experiência” mais aguardada do passeio, que é a técnica “Dègorgement“, que consiste na limpeza do espumante. Lembra que falei anteriormente que as garrafas de espumante ficam de cabeça pra baixo nos pupitres por vários meses? Com isso se cria uma borra perto da boca da garrafa e essa técnica que vamos aprender agora, faz, justamente, essa limpeza. Para isso, a garrafa precisar ficar alguns minutos de cabeça pra baixo no gelo com sal e grapa (que é uma bebida feita pela destilação dos bagaços da uva).

Com o Pupitre e uma água para limpar o paladar antes da degustação…

Quando já atingiu a temperatura adequada, vai encaixar a garrafa nesse aparelho para expelir a tampa e a borra, deixando o espumante limpíssimo. Primeiramente, o Eduardo nos explicou e demonstrou o procedimento e em seguida nos colocou para praticar. Foi um experiência muito divertida!!!! Veja só como nos saímos no teste e como foi a “aula” nesse vídeo que postei no nosso Canal no Youtube: https://youtu.be/rQDa6V3eHI0

Eduardo nos ensinando o “dègorgement


Depois dessa limpeza, a garrafa é completada e lacrada, ficando pronto o  Espumante Nature feito da Uva Catawba que fica nessa cor linda, se destacando nas embalagens transparentes para a venda.

Fiquei encantada por essa cor!!!

E para dar um toque ainda mais especial à degustação, o Eduardo usou a técnica “Sabrage” ou sabragem (que utiliza um sabre ou facão) para abrir o espumante!!! Realmente esse tour merece um brinde!!!

Um brinde a esse tour…
À Família!!!🥂
E a esse lindo sorriso!!!

Finalizando essa parte do tour, chegou a hora da harmonização e do Eduardo mostrar seus dotes culinários, tanto que ele mesmo foi para o fogão a lenha providenciar a refeição, nessa hora ele estava preparando o porco embebedado no vinho para servir com a bruschetta junto com a polenta frita e uma saladinha como entrada e também deu uma olhada no caldeirão para ver como estava o caldo para a preparação dos risotos.

Eduardo mostrando seus dotes culinários

A Área do Restaurante é bem ampla, além da parte do fogão a lenha, tem o bar e um espaço bem aconchegante onde fica a lareira.

Área do Restaurante

Se você não quiser fazer o Tour Guiado e o “Dègorgement”, você pode desfrutar da área verde da Vinícola e ir direto para o Restaurante, que foi o que fez a família da  Querida Nina,  que estava completando 7 anos!!! Ainda tivemos a oportunidade de participar da Comemoração do Aniversário da Nina!!!! Parabéns!!!! Que Deus te abençoe muuuuuito!!! Muitas Felicidades e Alegrias, Nina!!!!

Níver da Nina!!! Parabéns e Muitas Felicidades!!!

Mais uma coisa diferente na Vinícola Saccomani, é o rodízio. Você já deve ter ido em rodízio de carnes, de comida japonesa, de pizza, entre outros, mas acredito que Rodízio de Risotos vai ser uma novidade pra você, como foi pra mim também!!! Foram servidos cinco tipos de risoto (seria servido o sexto tipo, mas como todos já estavam satisfeitos preferiram guardar espaço para a sobremesa), sempre intercalando opções vegetarianas com opções de proteína animal. A sequência no nosso dia foi: risoto de alho poró, costelinha de porco,  abóbora cabotia, napolitano de presunto parma e quatro queijos.  E a sobremesa foi sorvete de creme com geleia de uva.  Tudo estava maravilhoso!!!!

Rodízio dos Saborosos Risotos!!!

E para acompanhar os risotos, você pode beber o Espumante que acabou de limpar (no evento já está incluso uma garrafa por pessoa) e se você for o motorista da vez ou não puder beber, não se preocupe, que eles tem um delicioso Suco de Uva que combina muito bem com os pratos servidos!

Saúde!!!!!

E pra fechar nosso passeio com chave de ouro, tivemos a oportunidade de ver esses Esquilos super fofuchos e lindos!!!! O que nos fez lembrar do Canadá, onde eles adoram passear pelas praças e parques. Se você ainda não viu ou que relembrar os Esquilos do High Park é só dar uma olhadinha nessa postagem: https://cadaviagemumabagagem.com/passeios-diferentes-em-toronto/

Nosso tour vai ficando por aqui, lembrando que a Vinícola Saccomani fica na Av. Companhia Paulista de Estrada de Ferro, 2247 –  Horto Florestal – Jundiaí/SP. Mais informações estão no Instagram @vinicolasaccomani_oficial e o agendamento da experiência pode ser feito diretamente com o Eduardo Ribeiro pelo WhatsApp  (11) 97351-4359.

Gratidão pela sua companhia e te espero no próximo post!!! Ah! Se você gostou dessa matéria, compartilhe com seus amigos para que possam se divertir também e siga nossas redes sociais para saber em primeira mão as novidades: Instagram (@cadaviagemumabagagem) e Facebook (https://www.facebook.com/cadaviagemumabagagem/ )  e se inscreva no nosso canal do Youtube (Cada Viagem uma Bagagem): https://www.youtube.com/channel/UC5Q29-MYuWjvPH__wWhF42A

Gratidão e Até Breve!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *