Entre Constelações e Devaneios: Uma verdadeira imersão no Farol

Meu convite de hoje é para mergulharmos no mundo mágico dos sonhos e nos tornarmos estrelas no meio de uma galáxia. Você deve estar se perguntando do que eu estou falando e como isso é possível, não é mesmo? Mas calma que a resposta já vem, é só me acompanhar nessas duas Exposições Encantadoras que estão no Farol Santander até o dia 03 de maio de 2020.

Vamos começar nossa imersão?

Antes de iniciar nosso tour, te convido a apreciar essa vista incrível da cidade de São Paulo, do 26º andar do Farol Santander. Eu não resisto e toda vez que venho nas exposições, faço questão de ficar uns minutinhos aqui contemplando a paisagem…

A vista encantadora do Farol

Foi aqui no Café do 26º andar  que fomos recebidos com muito carinho pela Patricia Audi (vice-presidente executiva de Comunicação do Santander) e pelo Antonio Curti (curador da Exposição Constelação), bem como pelo Carlos Trevi  (coordenador geral do Santander) e pelo Facundo Guerra  (diretor artístico da Exposição Devaneios), que já nos inseriram no contexto das duas mostras e nos fizeram recordar importantes exposições das mais de 14 sediadas aqui desde a reabertura do Farol em 2018, algumas dessas você pode revisitar no nosso blog, como a da Tarsila para Crianças (https://cadaviagemumabagagem.com/farol-santander-para-todas-as-idades-da-tarsila-para-as-criancas-ate-o-bar-do-cofre-para-a-maioridade/) e a do “Contemporâneo Sempre” (https://cadaviagemumabagagem.com/uma-viagem-pela-arte-brasileira-na-exposicao-contemporaneo-sempre-colecao-santander-brasil/), entre outras.

No Café do 26º Andar…
Antonio Curti e Patrícia Alves
Facundo Guerra e Carlos Trevi

Agora sim, vamos para o  23º andar começar nosso mergulho na galáxia da Exposição Constelação – Somos Todos Feitos de Luz”,  da artista visual croata Maja Petric. Essa exposição foi considerada uma das melhores do mundo em 2019 e tem o grande diferencial de apesar de ser digital, precisar da interação do público para ser concluída.

Exposição “Constelação – Somos Todos Feitos de Luz”

A Exposição Constelação – Somos Todos Feitos de Luz” é feita de um tecido customizado pela artista, no qual são projetadas as silhuetas das pessoas e seus movimentos que vão sendo registrados através de Inteligência Artificial para compor uma constelação, com um jogo de luzes que forma uma obra belíssima. A sensação é de estarmos mesmo numa galáxia de estrelas, fazendo parte dela!!!

Um ser de Luz no Universo…

E a ideia da exposição como o próprio nome diz “Constelação – Somos Todos Feitos de Luz” é nos despertar para a reflexão de que fazemos parte da luz do Universo e a maneira como influenciamos e somos influenciados a todo o momento, ou seja, o que acontece nessa obra: como meu movimento e minha luz refletida é alterada e ao mesmo tempo altera a luz da pessoa que está ao meu lado para formar uma constelação…

Somos Todos Feitos de Luz…

Vale lembrar que a artista Maja Petric é conhecida por utilizar em seus trabalhos de arte digital, uma mescla de arte imersiva, inteligência artificial e esculturas de luz para proporcionar ao público uma fuga da realidade, o transportando para outros contextos, como a galáxia nessa exposição. Além de reforçar que a tecnologia não substitui o ser humano, ao contrário, depende dele, pois as estrelas dessa instalação só se formam a partir do movimento humano… Ela ainda gosta de usar a tecnologia para mostrar a natureza e demorou apenas três semanas para construir essa obra, que vai se modificando, à medida que cada gesto refletido aqui deixa um rastro para o próximo visitante… Tudo isso cativou não só ao curador dessa Exposição, o Antonio Curti, mas a todos nós visitantes, inclusive a queridíssima apresentadora e atriz Mel Fronckowiak!!!

Com o Antonio Curti
E com a Mel Fronckowiak

Se você já gostou das fotos, dá só uma olhadinha nesse vídeo que postei no nosso Canal no Youtube para ter uma ideia de como é mágico fazer parte dessa Constelação https://youtu.be/Yode9eariH4

E pra finalizar essa Exposição “Constelação”, é importante dizer que é proibido tocar na obra e tirar fotos com flash. Porém é permitido se deixar levar pela sensação incrível de ser uma estrela, uma verdadeira luz no Universo!!!!

No Universo das Constelações

Continuando nosso tour pelo Farol, vamos descer para o 22° andar, onde está a Exposição “Devaneios – Os Mundos de JeeYoung Lee”, que como o próprio nome diz, nos convida a mergulhar no mundo dos sonhos e imaginação da artista sul-coreana JeeYoung Lee, que é conhecida por seus cenários dos sonhos, que são construídos por ela para fazer suas fotos e estas é que são expostas. Porém essa Exposição Devaneios nos permite, além de contemplar as fotos, entrar nos próprios cenários.

Com a Artista JeeYoung Lee

Falando em cenários, a primeira instalação da Exposição “Devaneios – Os Mundos de JeeYoung Lee” é The Panic Room” (ou“O Quarto do Pânico”), que representa as memórias dos lugares que Jee gostava de brincar na infância, como o armário, que era seu esconderijo secreto, entre outros objetos, sempre carregados de muita simbologia.

O Quarto do Pânico
O Escodenrijo Secreto, vulgo “Armário”
Adentrando ao Quarto do Pânico…

Só pra você ter uma ideia da dimensão da maquete do Quarto do Pânico, sua medida é de 7,10m por 9m e foi especialmente construída pra essa exposição, usando recursos de Op Art para criar ilusões de ótica. Olha só esse vídeo pra ter um gostinho de como é esse cenário: https://youtu.be/l2PzJH3cT2Y

Visão Geral do Quarto do Pânico
E seus detalhes

Vale lembrar que a Exposição Devaneios, contou com a direção artística de Facundo Guerra, que ficou impressionado com o trabalho da artista JeeYoung Lee e teve a ideia de trazê-la para o Brasil. Ideia essa que teve todo o apoio de Carlos Trevi (coordenador geral do Santander) e também da Patricia Audi (vice-presidente executiva de Comunicação do Santander).

Com o Facundo Guerra

Seguimos agora para a outra instalação “My Chemical Romance(ou “Meu Romance Químico”), que foi inspirada nos dutos que a Jee via em seu bairro, Mangwondong, em Seul (Coréia do Sul) e busca traçar um paralelo entre a complexidade da relações humanas com a  imagem da canalização dos dutos, que forma uma espécie de labirinto.

Meu Romance Químico
Mergulalhando nesse Labirinto…

A instalação “Meu Romance Químico” ainda consegue ser maior que a primeira (medindo 7,30m x 9m) e foi construída com tubos de PVC pintados de preto e amarelo, inspirados naquelas faixas de segurança que indicam aviso e perigo. O que simbolicamente se refere às emoções humanas, como medo, ansiedade, frustrações, entre outros sentimentos. O cenário é tão perfeito que tem até efeitos sonoros. Juro que não foi planejado, mas a minha roupa combinou perfeitamente com o espaço, fazendo com que me sentisse mais envolvida nessa imersão… Dá só uma olhada nesse vídeo no nosso Canal do Youtube para sentir como foi essa experiência: https://youtu.be/KeaXsCHzfX0

Camuflada no Cenário

A última parte da Exposição Devaneios consiste nas Fotos nos Cenários criados por JeeYoung Lee, frutos de sua imaginação e criatividade, permitindo ao mundo mergulhar junto com ela no seu universo de sonhos e fantasia. Aqui podemos ver como ficou a Foto no Meu Romance Químico

“Meditação”
“Meu Romance Químico”

Vale lembrar que essas duas exposições Constelações e Devaneios ficarão em cartaz até o dia 03 de maio de 2020, no Farol Santander, que funciona de terça a domingo das 9h às 20h e fica na Rua João Brícola, 24 – Centro (estação São Bento – linha 1, azul do metrô). Os ingressos custam R$25 e para saber mais informações é só conferir no site: farolsantander.com.br .

Agradeço de coração sua companhia, espero que tenha gostado das dicas e que possa aproveitar muito sua visita ao Farol!!! Te aguardo na próxima postagem!!! Até lá!!!

Farol Santander para todas as idades: da Tarsila para as Crianças até o Bar do Cofre para a Maioridade

Sei que você estava esperando mais uma postagem sobre o Canadá, mas preciso fazer esse parêntese com uma super dica para quem está em São Paulo aproveitar as férias que estão começando…

Se você vai estar pela Capital Paulista nessas férias, aproveite para visitar o Farol Santander, que além de oferecer uma vista linda da cidade, conta com exposições interativas muito legais e uma excelente opção para um happy hour no Bar do Cofre!

Me acompanha nessa postagem que vou te passar todos os detalhes…

Olha só que vista incrível do Farol Santander

Vamos começar nosso passeio voltando a ser criança, mergulhando no universo das obras da grande artista Tarsila do Amaral, na Exposição “Tarsila para Crianças”, que ocupa os andares: 19° e 20° com sete estações temáticas, que buscam de uma forma bem lúdica e criativa estimular as crianças a interagir e fazer parte das obras, despertando, dessa forma, uma nova maneira de enxergar a arte.

A Exposição “Tarsila para Crianças” foi feita com muito carinho e dedicação econta com a curadoria da Tarsilinha (Tarsila do Amaral – sobrinha neta da artista), Karina Israel e Patrícia Engel Secco, que foram muito atenciosas e nos fizeram adentrar ainda mais nesse mundo mágico da Tarsila. A produção ficou por conta da YDreams Global, que caprichou na riqueza de detalhes.

As Curadoras da Exposição
Na Casinha dos Gatos com a Tarsilinha

Iniciando pelo 20° andar, vamos conhecer a Vila dos Sentidos, que é formada por várias casinhas representando a infância da Tarsila na fazenda São Bernardo, todas elas cercadas por cestos de frutas, que remetem ao quadro “A Feira”. Cada uma dessas casinhas traz algo importante relacionado a sua infância como sua caixinha de música, bonecas, fotos de família, entre outros itens e a casinha que eu mais gostei que faz homenagem aos seus gatinhos de estimação, ela tinha mais de 40 gatos (já era sua fã e sabendo disso passei a admirá-la ainda mais)…

A Vila dos Sentidos
Detalhe da Casinha dos Gatos
Com os Quadros Inspiradores “A Feira I” e “A Feira II” na Exposição “Tarsila Popular” no MASP

Ao lado dessa vila, fica a “Toca da Cuca”, que é um espaço bem imersivo, com uma espécie de cama de gato para a criançada se divertir e chegar até a projeção de um pega-pega com os animais fugindo da Cuca. Essa instalação foi inspirada no quadro “A Cuca”.

A Toca da Cuca
Quadro “A Cuca” que estava na Exposição “Tarsila Popular” no MASP

 Também nesse andar fica o “Universo Tarsila”, que é um espaço onde a criançada pode deixar seu lado artístico falar mais alto, tendo a chance de colorir os elementos das obras da Tarsila e ver seu trabalho projetado na parede interativa. A inspiração para essa estação veio do quadro “Cartão Postal”.

Quadro Original “Cartão Postal” da Exposição “Tarsila Popular” do MASP

E agora chegou o momento em que as crianças de todas as idades poderão mergulhar na “Floresta Negra”, que é uma instalação inspirada no quadro “Floresta”, onde há um ninho de almofadas, simbolizando os ovos arroxeados da pintura, no qual você pode se jogar sem medo de ser feliz…

Instalação “Floresta Negra”
Me divertindo na Piscina de Almofadas…
Quadro “Floresta” da Exposição “Tarsila Popular” do MASP

Ao lado dessa instalação, fica outro point instagramável que é O Touro, inspirado no quadro de mesmo nome e que simboliza o guardião da floresta, que usa seu mugido para protegê-la de qualquer perigo!!

A Instalação “O Touro” e…
O Quadro Original “O Touro” da Exposição “Tarsila Popular” do MASP

Vamos agora para o 19° andar onde está o “Jardim Afetivo”, que é uma instalação bem sensorial, nos convidando a sentar no jardim e contemplar animações e sons de quatro grandes obras da Tarsila: “O Sapo”, “A Boneca”, “Paisagem com Touro I” e “Estação de Ferro (E.F.C.B)”, lembra quando falei desse último quadro quando visitamos o Museu Ferroviário e a linha férrea em Paranapiacaba? (se ainda não viu ou quer relembrar dá uma olhadinha nessa postagem: https://cadaviagemumabagagem.com/um-mergulho-historico-em-paranapiacaba/).

O “Jardim Afetivo”
Colagem dos Quadros Originais: “O Sapo”, “Paisagem com Touro I”, “A Boneca” e “Estação de Ferro – E.F.C.B” que estavam na Exposição “Tarsila Popular” no MASP

Em frente ao Jardim Afetivo está a estação “As Cores de Tarsila”, que contempla as principais cores da paleta utilizada pela Tarsila (azul puríssimo, rosa violáceo, amarelo vivo e verde cantante), com direito a dois balanços centrais que através de seu movimento geram projeções no chão de misturas de cores como se fossem pincéis… Essa instalação também foi inspirada no quadro “A Feira I”.

“As Cores da Tarsila”
Detalhe e inspiração dessa estação

Eu sei que você já estava se perguntando e sentindo falta da obra-prima da Tarsila do Amaral, não é mesmo? Mas calma que chegamos na estação “Papo com Abaporu”, que engloba três importantes obras da artista: “Abaporu”, “Sol Poente” e “A Lua”.

Estação “Papo com Abaporu”

Vamos começar no “Papo com Abaporu”,  que consistem em dois totens touchscreen que permitem fazer perguntas para a reprodução gigante do quadro Abaporu. Vale lembrar que o quadro “Abaporu” é o símbolo do modernismo brasileiro e do movimento antropofágico, sendo considerado uma das obras mais importantes do país!!!

Não podia perder a chance de tirar uma foto com o Abaporu!!!! Até minha roupa combinou com a Instalação…
Quadro Original “Abaporu” da Exposição “Tarsila Popular” do MASP

Também fazendo parte dessa estação, temos a instalação “Sol Poente”, inspirada no quadro de mesmo nome, que consiste num cenário instagramável com círculos laranja ao fundo e puffs espalhados pelo chão simbolizando os animais retratados na obra original.

A Estação “Sol Poente”
E meu look combinando com o cenário…. Foi sem planejar, mas adorei a coincidência….

E pra finalizar a estação, vamos na instalação “A Lua”, que também foi inspirada no quadro de mesmo nome e conta com um balanço representando a Lua retratada na obra original da cor do sol iluminando os campos, as montanhas e o rio!!!

“A Lua” – O Quadro e a Instalação
A Lua e Eu…

Se você se encantou com tudo que viu até agora, aproveite para visitar a exposição “Tarsila para Crianças” que ficará até o dia 02 de fevereiro de 2020 de terça a domingo (das 9h às 20h) no Farol Santander (19° e 20° andares).

Agora vamos subir para o 22° e 23° andares para conhecer a exposição “Etnos – Faces da Diversidade”, que conta com a curadoria de Marcello Dantas e procura nos revelar diversas culturas através de suas máscaras. Isso mesmo, vamos fazendo uma viagem cultural ao redor do mundo pelas máscaras de suas tradições, como Leão Chinês, muito utilizado em festividades na China. A cultura colombiana é muito bem representada pelas máscaras Chakira, Tigre e a Marimonda (essa última é figura confirmada no carnaval do país).

Com o Leão Chinês da Exposição “Etnos-Faces da Diversidade”
Máscaras Colombianas: Chakira, Tigre e Marimonda

Também estão presentes máscaras da Tailândia, como a da divindade Ganesha,  a máscara da Águia do Canadá simbolizando poder, a da Medusa  da Islândia, entre muitas outras que estão expostas.

Com “Ganesha”
Visão Geral das Máscaras da Exposição “Etnos – Faces da Diversidade”

A exposição “Etnos – Face da Diversidade” também é bem interativa, tem  telas onde você mesmo escolhe sua máscara e vê como ficaria. Tem uma sala com várias máscaras para você escolher e tirar várias fotos (é diversão garantida com a turma). Além de várias máscaras com espelho no centro do 22º andar para você se ver com essas máscaras, como, por exemplo, a do Darth Vader que eu escolhi…

Me divertindo com várias Faces…
Na Sala das Máscaras….
Momento Darth Vader…

Vale lembrar que essa exposição “Etnos – Faces da Diversidade” vai ficar em cartaz até o dia 05 de janeiro de 2020.

Te convido a subir mais dois andares para visitar a exposição “Contemporâneo, Sempre – Coleção Santander Brasil”, que está no 23° e 24° andares e nos apresenta obras belíssimas de diversos períodos da história brasileira. Fiz uma postagem especial sobre essa exposição, se não viu ainda ou quer relembrar é só clicar no link: https://cadaviagemumabagagem.com/uma-viagem-pela-arte-brasileira-na-exposicao-contemporaneo-sempre-colecao-santander-brasil/ . Vale lembrar que essa exposição vai ficar até o dia 05 de janeiro de 2020.

Exposição “Contemporâneo, Sempre – Coleção Santander Brasil”

Aproveite também para visitar no Hall de Entrada, a exposição “Machado de Assims”, que conta com a curadoria de Marcello Dantas e faz uma homenagem a esse grande escritor brasileiro. A exposição é bem interativa, num ambiente de uma grande biblioteca, em formato de duas vírgulas, conta com projeções do próprio Machado de Assis declamando trechos de suas obras, também é possível passar os livros em um leitor de código de barras e ver quais as palavras mais citadas nessa obra, entre muitos outros elementos que nos convidam a conhecer e querer mergulhar ainda mais no universo desse grande autor!!!

Biblioteca da Exposição “Machado de Assims”
Projeção com declamação de Machado de Assis

E a exposição recebeu esse nome: “Machado de Assims”, para mostrar os diversos “assims” do Machado, ou seja, seus diversos modos de ver a vida e também sua trajetória bem eclética, desde menino vendedor até o grande literário!!!

O formidável Machado de Assis

Mas corre que essa exposição “Machado de Assims” só ficará em cartaz até o dia 12 dezembro de 2019.

Vale lembrar que do 2° ao 5° andar estão as exposições permanentes e que contam a história do Farol Santander e também da cidade em geral e no 26° andar fica o Mirante, que nos presenteia com essa vista encantadora da capital paulista!!!

Linda Vista do Mirante de um lado…
E do Outro…

E para acompanhar esse visual nada melhor que uma pausa para o café no Suplicy Café, que também fica no 26º andar.

Lembrando que o Farol Santander funciona de terça a domingo das 9h às 20h e os ingressos custam R$25 (inteira), mas tem desconto para clientes Santander e também meia-entrada. Mais informações estão no site: www.farolsantander.com.br.

E como falei no título da postagem, o Farol Santander é para todas as idades, inclusive para os maiores que querem fazer um happy hour… Nesse caso, minha sugestão é o Bar do Cofre…

Isso mesmo, já imaginou a sensação de estar dentro de um cofre? Passar por aquelas portas redondas super seguras que pesam cerca de 16 toneladas, olhar ao redor e ver que todas aquelas caixinhas são cofres que guardavam tantas histórias por trás dos bens que armazenavam… Foi pensando em nos proporcionar essas experiências que o Farol Santander junto com o Sub Astor inauguram o Bar do Cofre, num espaço de 500 m2 do cofre do banco que foi totalmente restaurado para abrigar o bar!!!

Olha só o tamanho da Porta do Cofre….
Ambiente dos Cofres Menores…
Detalhe das “caixinhas” (cofres)

O Bar do Cofre tem capacidade para até 100 pessoas em vários ambientes bem aconchegantes e o funcionamento é de quinta e sexta das 17h à 1h, de sábado das 14 à 1h e de domingo das 14h às 20h. Lembrando que como o bar é disputado é bom chegar cedo (logo que abre) para conseguir lugar, caso não tenha feito reserva pelo site (que geralmente abre com 15 dias de antecedência). Para saber mais detalhes é só olhar as páginas: https://farolsantander.com.br/#/sp/o-farol/bar e https://www.subastor.com.br/bardocofre.

Ala dos Cofres Grandes…
Os Drinks e o Bar do Cofre…

Aproveite que o final do ano está chegando, reúna a turma para uma visita ao Farol Santander e um brinde no Bar do Cofre. Cheers!!! Saúde!!! Santé….

Um Brinde com as Amigas: Cláudia, Ane, Marcela e Eu!!!

Espero que tenha se divertido com essa matéria e te espero no próximo post onde voltaremos a falar do Canadá e vamos visitar as Cataratas do Niagara (Niagara Falls)!!! É só clicar no link e me acompanhar nessa aventura: https://cadaviagemumabagagem.com/ao-encontro-das-cataratas-niagara-falls/ Vamos?

Preview da Próxima Postagem… Niagara Falls!!!